Multitemporalidade das anomalias da temperatura de superfície: o caso da cidade de Iporá, Brasil

Elis Alves, Max Anjos, António Lopes

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi analisar, a partir de dados do satélite Landsat - 5, o padrão multitemporal e espacial das anomalias térmicas na cidade de Iporá - Goiás. Para tanto, foram utilizadas imagens multiespectrais (banda termal do satélite Landsat 5), dos anos de 1984 a 2011. Para o processamento das imagens foram desenvolvidos modelos matemáticos por meio da ferramenta Model Maker do software Erdas Imagine 11. Os resultados evidenciaram que: 1 - com a utilização das anomalias térmicas, os mapas ficaram homogêneos, o que possibilitou comparação temporal; 2 - Anomalias térmicas máximas de superfície ocorreram em áreas de pouca urbanização, com solo exposto; 3 - O maior número de anomalias positivas ocorreu nas áreas de baixa urbanização, com solos expostos. Enquanto que nas áreas mais urbanizadas com presença de vegetação e próximas a superfície de água, ocorreu a maior quantidade de anomalias negativas; 4 - Nos pontos B, E, F e H foram observadas tendências estatisticamente significativas.

 

Palavras-chave: Temperatura de superfície, tendência, variabilidade.

 

http://dx.doi.org/10.17127/got/2017.12.001

Data de submissão: 2017-02-07
Data de aprovação: 2017-11-30
Data de publicação: 2017-12-30

Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras