Avaliação de impactos ambientais de rodovias no Módulo II da Floresta Estadual do Amapá

Gleyce Vilhena, Olavo Silva

Resumo


A rede rodoviária no Amapá é fundamental para o desenvolvimento das atividades produtivas nas cadeias extrativistas, florestal e mineral. A Floresta Estadual do Amapá (FLOTA), Unidade de Conservação de uso sustentável, foi implantada visando entre outras atividades, aproveitar o grande potencial dos recursos florestais. Composta de quatro módulos-áre é acessada através de rodovias conectadas aos dois principais eixos rodoviários do Estado, as BR-210 e 156. Esta pesquisa buscou realizar a avaliação dos impactos ambientais causados pela alteraçao do relevo na construção da rodovia de acesso ao entorno do modulo II da FLOTA e elaborar um modelo menos impactante para acesso às areas de manejo florestal. Para a avaliação de impactos utilizou-se o método de sobreposição de cartas com suporte na Matriz de Leopold. Constatou-se que os impactos ambientais causados pela estrada implantada no entorno, apresentam maior magnitude e importância quando comparados aos impactos do modelo de projeto geométrico proposto, elaborado com maior precisão na análise dos elementos do relevo.

 

Palavras-chaves: Amapá. Rodovias. Relevo. Impactos Ambientais. Sobreposição de Cartas.

 

http://dx.doi.org/10.17127/got/2017.12.016

Data de submissão: 2017-07-31
Data de aprovação: 2017-10-09
Data de publicação: 2017-12-30

Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras