Um olhar arqueológico dos discursos em torno dos Grandes Projetos Urbanos (GPUs): o caso do Projeto Novo Recife

Jouberte Santos, Sérgio Mello

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo analisar o discurso do projeto urbanístico “Novo Recife” pelas perspectivas da Prefeitura do Recife e do Consórcio responsável pela obra. Utilizando o método arqueológico de Foucault (2008) encontramos um discurso regulado pela ideia de crescimento econômico como condição de possibilidade de uma cidade mais sustentável. Nossos achados apontaram para a presença do discurso do planejamento estratégico na administração pública do Recife, bem como a utilização dos Grandes Projetos Urbanos (GPUs) como ferramentas adequadas para a construção de uma cidade mais sustentável e para o crescimento econômico.  O conjunto de significados inter-relacionados identificados nos remeteram ao estabelecimento de uma grande formação discursiva denominada de “Crescimento Econômico gera sustentabilidade”.

Palavras-Chave: GPUS, Crescimento Econômico, Gestão Pública, Arqueologia Foucaultiana

 

http://dx.doi.org/10.17127/got/2018.13.018

 

Data de submissão: 2018-02-01

Data de aprovação: 2018-05-14

Data de publicação: 2018-06-30

 


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras