Governança territorial, Atores e Desenvolvimento: um estudo sobre a organização territorial do cluster do calçado português

José Ribeiro, Pedro Chamusca

Resumo


Reconhecida como a “a indústria mais sexy da Europa”, a indústria calçadista portuguesa se consolida como símbolo nacional, superando os problemas que outrora vivenciou. Nesse processo de consolidação, a atuação da associação empresarial foi fundamental no estabelecimento dos vínculos de cooperação e do movimento de coordenação dos atores, aspectos relevantes para a obtenção dos resultados positivos. Consideramos a coordenação exercida pela associação um dos elementos centrais das estruturas de governança territorial, tema que tem sido foco de importantes debates no campo do planejamento urbano-regional e da gestão do território. Dito isso, o presente artigo objetivou analisar a importância da governança territorial em aglomerados produtivos, como o cluster do calçado português. Para tanto, a metodologia foi constituída de revisão bibliográfica e da análise de documentos oficiais, além de estudos recentes sobre a dinâmica do cluster. Os resultados alcançados demonstraram a importância da governança no desempenho dos clusters, além de oferecer, com base no estudo de caso, um exemplo para a discussão sobre a dinâmica em aglomerados produtivos e a relevância dos novos fatores de produção (conhecimento, inovação, articulação entre atores, apoio institucional).

Palavras-chave: Governança; Atores; Desenvolvimento; Cluster.

http://dx.doi.org/10.17127/got/2020.19.008

Data de submissão: 2019-12-21

Data de aprovação: 2020-16-05

Data de publicação: 2020-06-30


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras