Patrimônio Geomorfológico do município de Gurjão, região semiárida da Paraíba, Brasil

Inocencio Neto, Rafael Xavier, Lúcio Cunha

Resumo


Os debates referentes ao patrimônio natural originam-se com a preocupação de preservar os elementos naturais (bióticos e abióticos), correlacionada com a utilização dos recursos naturais de maneira sustentável. O presente trabalho tem como objetivo identificar, descrever e avaliar o patrimônio geomorfológico, mapear os geomorfossítios, além de sugerir possibilidades geoturísticas para o município de Gurjão, região semiárida da Paraíba, Brasil. Os procedimentos metodológicos, basearam-se em revisão bibliográfica, visitas ao campo com o auxílio da ficha de avaliação do patrimônio geomorfológico proposta por Vieira (2014), de GPS e de máquina fotográfica, bem como da utilização, em gabinete, do software ArcGIS. Foram avaliados quatro geomorfossítios, sendo eles: Pedra do Pascacio (G1), Serrote dos Algodões (G2), Praia Deserta (G3) e Pedra da Tartaruga (G4). Os valores médios calculados para todo o município de Gurjão, foram: 0,6, para o valor intrínseco (científico); de 0,32, para o valor adicional e 0,47, para o valor de uso e gestão, que demonstram a necessidade de se investir em práticas conservacionistas.

Palavras-chave: Patrimônio Geomorfológico; Geomorfossítio; Gurjão.

http://dx.doi.org/10.17127/got/2020.19.010

Data de submissão: 2019-12-31

Data de aprovação: 2020-25-05

Data de publicação: 2020-06-30


Texto Completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Entidades Patrocinadoras